segunda-feira, 6 de julho de 2009

Pirotecnia ganha jogo?!

Em menos de uma semana assistimos às apresentações de dois jogadores ao time do Real Madrid dignas de filmes de Holywood. Estádio Santiago Bernabeu lotado (50 mil e 85 mil pessoas nas respectivas apresentações), muita pompa, festa e simpatia. Os jogadores? Kaká, brasileiro eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA em 2007 e Cristiano Ronaldo, português eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA em 2008. Os valores das negociações? Kaká saiu pela bagatela de aproximadamente € 60 milhões e Cristiano Ronaldo, o jogador mais caro da história do futebol custou € 94 milhões.

Mas, experiências passadas pelo próprio time merengue para a montagem de equipes chamadas “galáticas” se mostraram fracassadas ao longo do tempo. E mais do que isso. Um amontoado de craques não forma um time. Vide um exemplo bem mais próximo de nós: o time do Corínthians de 2005 que apenas ganhou o Campeonato Brasileiro de 2005 mesmo tendo formado um time recheado de estrelas do futebol, inclusive internacional como foi o caso do atacante Carlos Tevez.

Além disso, uma pergunta que de vez em quando volta a assombrar os times europeus: da onde vem tanto dinheiro? Correm as línguas soltas de que o time do Real Madrid deve milhões de euros para diversos credores e mesmo assim coloca no mercado estas quantias astrônomicas. E tem mais, diversas acusações de lavagem de dinheiro, dinheiro oriundo das máfias e por ai vai. A FIFA já faz algum tempo diz que iria fiscalizar os rios de dinheiro que são derramados no futebol europeu mas até agora não passou de promessas.

Isso me remete inclusive ao ano que vem, e digo o por que: é o ano do centenário do Corínthians, meu clube de coração, e que pode representar muita coisa pro time. A vaga na Libertadores trouxe junto uma dúvida: montar um time cheio de estrelas ou um time guerreiro, formado de jogadores operários prontos para vencer a qualquer custo? E pelo visto este é o mesmo dilema que passa pela cabeça do presidente Andres Sanchez, do Corínthians. E eu ainda acho que devemos investir neste elenco de brigadores e carregadores de piano.

E vocês, o que acham de tudo isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário