quinta-feira, 19 de julho de 2012

Serviço de armazenagem submarina de vinhos prestes a ser lançado

É isso mesmo que você leu no título deste post. Preocupado em como armazenar e manter seus vinhos a condições ideais para que os mesmos não estraguem com o tempo? Pois um serviço inusitado será lançado em meados do próximo ano na França. Frank Labeyrie, do Chateau du Coureau em Côtes de Bordeaux Cadillac, espera abrir seu serviço de estocagem de vinhos, Vin Mille Lieu Sous les Mers - um trocadilho com o título francês do clássico de Jules Verne, o Vinte Mil Léguas Submarinas - em meados de 2013. Labeyrie acredita que as constantes temperaturas frias, a ausência de oxigênio e de luz nas profundezas do oceano ajudará a envelhecer os vinhos lentamente, mantendo assim a intensidade da fruta por mais tempo e aprofundando o sabor.

Mas como irá funcionar tal serviço? O vinho será fixado em caixas de aço inoxidável reforçado, capaz de suportar pressões de até uma tonelada por metro cúbico, preso ao fundo do oceano, e cada caixa equipada com câmeras e um dispositivo de rastreamento, e com um selo de cera sobre as rolhas e cápsulas originais das garrafas. O armazenamento será de no máximo de 10 anos, e as garrafas serão retiradas para provas a cada dois anos, quando o proprietário decidirá se deseja continuar com as mesmas armazenadas ou não. O próprio Labeyrie tem mantido 10.000 garrafas do seu próprio vinho na Baía de Arcachon, nos últimos cinco anos, a uma profundidade de 5m apenas, mas é quase certo que os benefícios irão aumentar com o aumento da profundidade.

E como esta idéia surgiu e é financiada? Labeyrie fez uma parceria com empresa de manutenção de serviços marinhos, Jifmar Offshore Services, que ajuda a financiar os estudos de Labeyrie e fornece barcos e os robôs submarinos necessários para enviar e recuperar as garrafas. Foad Zahedi, diretor de Jifmar, disse que a pesquisa está em andamento a uma profundidade de 250m. "Os testes foram bem sucedidos, embora tenhamos tido problemas com algumas poucas rolhas. Temos uma equipe de 10 pessoas que trabalham meio período com a logística e os desafios desta pesquisa".

Mas eu acho que vocês leitores devem estar se perguntando: e quanto isto iria custar para o usuário final? Bem, esta pergunta também foi respondida na reportagem e eu acho que não é um negócio para nós, meros mortais não. O serviço, que deverá custar cerca de 17 € por garrafa por ano, com um número mínimo de garrafas por container, será oficialmente lançado em Junho de 2013.

E ai, vai encarar? Até o próximo.

Matéria originalmente publicada em www.decanter.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário