quarta-feira, 19 de junho de 2013

Prontos para a safra 2013? Veja o que pode vir por ai...

Todos prontos para degustar seus primeiros vinhos da safra 2013? Enquanto as vinhas ainda estão em floração pela Europa e América do Norte, os produtores do hemisfério sul já colheram, esmagaram e fermentaram sua produção. E quais são as primeiras impressões sob o olhar de viticultores, enólogos e produtores em geral destas áreas?


Segundo relatos, Argentina e Chile tiveram uma estação de crescimento mais fresca que o usual, o que fez com que os produtores esperassem mais tempo para executar a colheita das uvas, para que as mesmas pudessem amadurecer. Entretanto, ainda de acordo com os mesmos relatos, isto não causará problemas para os grandes tintos de ambos países, notadamente os Malbecs argentinos e os Cabernets chilenos. O mesmo não pode se dizer dos Sauvignon Blanc chilenos, que podem não atingir níveis ideais de amadurecimento, gerando algumas notas herbáceas muito verdes e desagradáveis no vinho final.

No tocante a Austrália e Nova Zelândia, os reportes são de encolhimento da safra atual, com uma colheita menor do que a esperada graças a condições de seca no leste e tempestades no oeste. A ilha norte da Nova Zelândia enfrentou fortes geadas no começo da temporada, enquanto na ilha sul, a colheita mais curta gerou um pesadelo logístico.

Fechando o circuito, falaremos da África do Sul onde os viticultores desfrutaram de um inverno chuvoso, trazendo rendimentos saudáveis com um verão quente e seco embora a chuva durante algumas etapas de colheita possam ter precipitado alguns produtores. No entanto, o consenso geral é de que a safra foi de qualidade e quantidade muito boa, podendo se esperar bons vinhos então.

E então, o que você achou sobre estas impressões preliminares? Podemos esperar bons vinhos? Não encontrei dados sobre Brasil e Uruguai, portanto se algum leitor quiser e souber sobre o assunto, gostaria que compartilhassem conosco. 

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário