sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Perini Fração Única Merlot 2012: A evolução dos tintos nacionais!

Os imigrantes Antonio e Giuseppe Perini chegavam ao Brasil trazendo da Itália a arte de transformar a uva em vinho há mais de 130 anos atrás, no entanto, a produção vinícola teve início mais tarde, com João Perini em 1928, quando a partir daí começou a expansão e, gradativamente, o aprimoramento do processo de elaboração em todos os aspectos, desde o cultivo de novas variedades viníferas até o produto final. Foi em 1970 que Benildo Perini, neto de Giuseppe e atual diretor da vinícola, iniciou a transformação do pequeno empreendimento familiar em empresa, engarrafando seu vinho com a marca Jota Pe em homenagem ao seu pai João Perini. Já em Garibaldi, as atividades têm início em 1996, quando a Perini terceiriza uma infraestrutura para elaborar seus Espumantes Casa Perini e no mesmo ano, a marca Casa Perini é lançada também para os Vinhos Finos da Vinícola. Atualmente, a Vinícola Perini conta com 12 hectares de vinhedos localizados em Garibaldi e 80 hectares em Farroupilha, agregando uma área total de 92 hectares. (retirado do site do próprio produtor). Hoje com uma linha muito diversificada, a Vinícola Perini aposta em descomplicar o vinho e trazer para o mercado em todas suas linhas produtos de excelente custo benefício e que tendem a agradar uma vasta gama de paladares do brasileiro.


Já sobre o Perini Fração Única Merlot 2012 podemos acrescentar que é um vinho feito com uvas Merlot de parcelas especiais e selecionadas. Teve passagem de seis meses por carvalho francês. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma bonita cor rubi violácea de média intensidade, bom brilho e limpidez. Lágrimas finas, rápidas, em grande quantidade e ligeiramente coloridas também se faziam notar.

No nariz o vinho mostrou aromas de frutos vermelhos, mentolado, especiarias e algo de baunilha.

Na boca o vinho mostrou corpo médio, acidez na medidas e taninos finos e granulares. O retrogosto confirma o olfato e o final é de média para longa duração. 

Mais um vinho brasileiro que só mostra como temos evoluído com relação aos vinhos tintos. Vejam, não estou comparando com ninguém nem dizendo que são os melhores vinhos que já provei, mas que os vinhos tintos nacionais evoluíram de forma consistente, com qualidade e representatividade. Que continuemos neste caminho. Ah, e com o preço abaixo dos 50 dinheiros!

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário