quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Altaïr Sideral 2011: Belo vinho vindo do Chile!

De vez em quando olhamos fundo em nossa vida e, por mais ordinária que ela tenha sido ultimamente, existem momentos em que precisamos celebrar, levantar o moral e olhar também para a metade cheia do copo. E são nestes dias que você procura abrir rótulos um pouco mais sofisticados. Em foi em um dia desses que o Altaïr Sideral 2011 saiu da adega.


O vinho é produzido pela gigante chilena Viña San Pedro, fundada em 1865, e é hoje uma das maiores e mais antigas do Chile exportadores de vinho e uma das vinícolas mais importantes do país. O vinhedo principal, adega subterrânea e a centenária adega de San Pedro estão localizados em Molina, no Vale do Curicó, a 200 km. ao sul de Santiago. Lá, a Viña San Pedro tem uma das mais extensas áreas plantadas com vinhas na América Latina, com 1.200 hectares. Enquanto isso, San Pedro tem mais de 1.500 hectares plantados no Vale Central e outros grandes vales vinícolas do Chile, como o Elqui, Casablanca, San Antonio-Leyda, Maipo, Cachapoal, Maule e Bío Bío, sempre à procura de novas e melhores fontes para os seus vinhos. A Viña San Pedro faz parte do grupo chamado VSPT Wine Group, o terceiro maior grupo de vinhos no Chile e o segundo maior exportador de vinho chileno.Em 2002 fechou um projeto com o proprietário do Château Dassault em Saint-Emillion, Bordeaux, França que viria a ser a Viña Altaïr. De um lado, o francês Dassault já tinha vasta experiência na produção de vinhos ultra premium, como os Grand Cru Classé de Saint-Emilion e, na outra ponta, a vinícola San Pedro, detentora de grande conhecimento do terroir chileno. É claro que o resultado só poderia ser um sucesso: nasceram ali dois vinhos ícones, o Altaïr e o Sideral, que já em sua primeira safra foi aclamado pela crítica internacional.

Falando sobre o Altaïr Sideral 2011, podemos dizer que é um vinho moderno e arrojado. Este vinho é considerado a porta de entrada para o exclusivo grupo de cinco vinhos ultra-premium da Viña San Pedro, chamada Grandes Vinhos de San Pedro. As cinco cepas cultivadas na propriedade de 72 hectares de vinhas localizada no Valle del Cachapoal (Cabernet Sauvignon, Carmenere, Syrah, Cabernet Franc e Petit Verdot) são misturadas em proporções variáveis, criando um vinho com uma personalidade única a cada safra. Finaliza com passagem de 12 meses em barricas de carvalho francês. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma bonita coloração violácea de grande intensidade, bom brilho e limpidez. Lágrimas mais gordinhas, lentas e coloridas também tingiam as paredes da taça.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos escuros em compota, toque balsâmico, chocolate e leve mentolado.

Na boca o vinho era gordo, encorpado mas com taninos sedosos e acidez na medida. O retrogosto confirma o olfato e o final era de longa e deliciosa duração.

Um belo vinho chileno provado, faz jus a toda sua fama e, comprado em uma promoção da importadora, foi um bom custoxbenefício. Não é um vinho para o dia a dia. Mas vale conhecer, eu recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário