segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Duca di Sargento Nero D'Avola: Em homenagem ao dia do Espaguete.

Primeiramente peço desculpas pela minha prolongada ausência do blog desde meados do final do ano passado. É que muita água rolou por debaixo da ponte (mentira, muito trabalho mesmo) e pouco esforço de minha parte para. Mas estou tentando retomar os posts do blog na medida do possível e hoje, vi que nos Estados Unidos é considerado o dia do espaguete. Prevejo pedras voando em minha direção. O fato é que hoje vamos comentar sobre um vinho que casa muito bem com um belo espaguete com almondegas e molho de tomate. Estou falando do Duca di Sargento Nero D'Avola.


A primeira referência histórica ao macarrão cozido (encontrados no Talmud de Jerusalém) sugere que os árabes inventaram o prato milhares de anos atrás. O que é notável sobre este registro é que ele realmente se refere ao macarrão seco comprado então de um fornecedor qualquer, o que significa que a massa tenha sido vendido nas lojas desde pelo menos o século 5! Hoje nós associamos massas com os italianos, que revolucionaram o prato e inventaram uma grande variedade de formas de massas.

Já sobre o Duca di Sargento Nero D'Avola, esse vinho se tornou intrigante para nós uma vez que não consegui encontrar muita informação sobre ele na rede. Embora tenha o achado com facilidade na rede Pão de Açúcar, não existe muito o que se falar sobre o vinho ou a vinícola. Sabe-se que é um varietal Nero D'Avola (uva tinta autóctone da Itália) da região da Sicília. Também é conhecida sob a alcunha de “Calabrese”, talvez pela antiga proveniência da uva ou, mais provavelmente, seja uma tradução errada do dialeto siciliano ("cala" significa uva e "aulisi" indica a região de Avola que fica na província de Siracusa). Atualmente é um dos vinhedos mais difundidos na região. Enfim, vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma coloração violácea de média para grande intensidade, bom brilho e limpidez. Lágrimas finas, rápidas e incolores também se faziam presentes.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos, toques de especiarias doces, flores e algo de tostado. 

Na boca o vinho apresentou corpo médio, acidez suculenta e taninos macios. O retrogosto confirma o olfato e o final era de média duração.

Um bom vinho para o dia a dia, um belo par pro espaguete com molho de tomate e almondegas caseiras (tudo feito artesanalmente em casa pela minha esposa) e ainda por cima um campeão no quesito custo benefício. Eu recomendo.

Até o próximo!

9 comentários:

  1. No Pao de Açúcar, de r$ 44,00 por r$ 29,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belíssimo preço, vale a pena!

      Excluir
    2. Muito bom!!! sempre presente em minha casa!!grandes recordações da minha "Nona" Siciliana gd abraços.

      Excluir
    3. Opa Luiz Carlos, bom saber! Eu acho que deve estar sempre presente, afinal é um bom vinho pelo preço que se apresenta no mercado. Abração!

      Excluir
  2. Belíssimo vinho! Consegui visualizar nas estantes do Pão de Açúcar.O preço o Emiliano já disse, o que ele não disse é que é um Varietal excelente e honesto. Parabéns pela pesquisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei honestíssimo, vale a prova sem dúvidas!

      Excluir
  3. Hoje no Pão de Açúcar está saindo a menos de R$ 15 por causa da Black Friday.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!

      Obrigado pela dica! Neste preço eu compraria de olho fechado!

      Obrigado por deixar uma mensagem.

      Abraços@

      Excluir
  4. Esta hj por 14 no pao de acucar do RJ!

    ResponderExcluir