terça-feira, 24 de maio de 2016

Winebar vinhos do Porto Taylor's!

Ontem tivemos a oportunidade de participar de mais um Winebar, desta vez viajando virtualmente até Portugal e uma de suas regiões mais famosas por aqui, o Douro, em parceria com a Taylor's e seus incríveis vinhos do Porto, além do apoio da Qualimpor, importadora dos vinhos para o Brasil. A degustação dos vinhos foi conduzida pelo português Fernando Seixas, diretor da produtora de vinhos do Porto Taylor's. Foram degustados os vinhos: Taylor´s Porto Reserva Select e Taylor´s Porto 10 Anos. Vamos ver o que descobrimos então.


Criada há mais de três séculos, em 1692, a Taylor’s é uma das mais antigas casas de comércio do vinho do Porto que se dedica exclusivamente à produção de vinho do Porto e, especialmente, aos seus melhores estilos. Sediada no Porto e na região do Douro, a empresa está envolvida em todas as fases da produção dos seus vinhos do Porto, desde o plantio da vinha e cultivo das uvas à elaboração, envelhecimento e engarrafamento dos lotes de vinhos. De certa forma, a história da empresa acompanha a própria história do vinho do Porto. Desde a sua fundação que esta empresa se mantém familiar e independente. Desde sua fundação, a empresa manteve-se independente. Agora, no seu quarto século, a firma cresceu e prosperou, estabelecendo-se como uma das casas históricas de vinho mais respeitadas de todo o mundo. Isto foi conseguido através da perseverança, espírito pioneiro e da continuidade de tradição em que sucessivas gerações da família se envolveram.

Como eu possuía a garrafa do Taylor´s Porto Reserva Select, focaremos no mesmo. Este vinho é elaborado a partir de um lote de jovens vinhos do Porto cuidadosamente selecionados e produzidos nas áreas do Baixo Corgo e do Cima Corgo, na região do Douro, todos resultando de um blend de uvas típicas da região. Estes vinhos estagiam cerca de quatro anos em tonéis de carvalho. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma bonita coloração rubi violácea de grande intensidade, muito brilhante e límpida. 

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos escuros em compota e frutos secos, algo de chocolate e algumas notas amendoadas. Com algum tempo em taça é possível também notar algo de tostado.

Na boca o vinho se mostrou untuoso, encorpado, redondo e com uma acidez interessante. O retrogosto confirma o olfato e o final é longo e saboroso.


Eu costumo dizer que vinho do Porto chama chocolate e ontem não foi diferente, fizemos brincadeiras com alguns tipos de chocolate e os com maior teor de cacau (40% e 70%) fizeram bonito. Mas, no final das contas, chocolate e vinho do Porto pode ser ruim? Eu acho que não.

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Já visitei a Taylor´s, em Vila Nova de Gaia. Além da vista ser maravilhosa, a visitação é uma das melhores. Mesmo em inglês, é super fácil de entender e todos são muito amáveis e atenciosos. Recomendo muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica Sabrina!

      A visita a Portugal e a algumas vinícolas está em minha lista de sonhos que pretendo realizar.

      Obrigado também por nos acompanhar, continue conosco.

      Victor

      Excluir