terça-feira, 24 de maio de 2011

A informação e o mundo do vinho

Engraçado como as coisas as vezes acontecem com a gente. Como já comentei algumas vezes por aqui, quando comecei a beber vinho e apreciar a bebida, nunca imaginei que iria estudar sobre o assunto e obter muito mais conhecimento sobre o assunto, que pretensamente não passaria de um hobby. Acontece que o assunto me despertou tamanha necessidade de busca por conhecimento que eu não me contentei em apenas beber.

Esta pequena introdução se deu por que ontem a noite enquanto estava na academia me exercitando um pouco, engatei uma conversa com um colega de “sofrimento” que enveredou para o mundo do vinho e meu curso de sommellerie. Em determinado momento da conversa a pessoa me perguntou se após este curso eu estaria satisfeito, se eu já teria as informações necessárias para satisfazer esta ansia gerada com o aumento no consumo do vinho e assim por diante.  Por um momento eu balancei e não soube o que responder. Mas depois imendei algo como: “- Creio que momentaneamente sim, pois não tenho AINDA alguma atividade profissional ligada ao vinho, mas isto pode vir a ocorrer e mais especializações se farão necessárias.”

Acontece que este pequeno diálogo me fez refletir ainda por um bom tempo sobre o assunto e a resposta que eu dei naquele momento pode não ter sido a mais correta. Afinal de contas, o mundo do vinho é muito dinâmico e como vimos a assenção do novo mundo, podemos ter novas supresas mais pra frente. É claro que nem todo conhecimento provem de cursos e especializações e que muitas vezes podemos ser quase auto didatas e a medida que procuramos midia especializada, bibliografia e fontes de pesquisa a necessidade de cursos e similares diminuem.

Entretanto, para iniciantes assim como eu fica muito difícil distinguir boa informação de informação ruim e é neste gancho que um curso entra na jogada. E eu recomendo fortemente o curso ministrado pela sommelliére Alexandra Corvo na sua escola Ciclo das Vinhas. Além de você ter toda a informação necessária para se tornar um consumidor mais conciente, você tem todo o conteúdo do curso de formação profissional com uma carga de exigência menor principalmente nos quesitos relacionados ao serviço do vinho.

A partir daí você entrará num mar infinito de informações disponíveis seja na internet, em livros, revistas e afins. E este momento entrará também a disucussão de o que é informação útil, informação necessária e o que é excesso. Muito tem se discutido por exemplo a utlizaçao dos blogs na internet e a informação neles contidas. É evidente que existem muitas pessoas sérias, e o portal enoblogs está ai pra provar isso. E você, já com uma base sólida vinda de um curso ou especialização saberá julgá-las.  A partir daí, se a sua vontade for traçar novos caminhos, principalmente profissionais, no mundo do vinho, existirão graus mais elevados de cursos e especializações, como os recentes MBAs em marketing e negócios do vinho, os cursos de master of wine e assim por diante.

Mas a grande pergunta que eu gostaria de dicutir é: qual é o nível de informação sobre determinado assunto que satisfaz você leitor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário