segunda-feira, 16 de maio de 2011

Rosso Di Montalcino Bellarina 2007

Domingo era dia de um almoço bem italiano em casa, com caneloni de ricota com espinafre e salame ao molho de gorgonzola, e eu escolhi um vinho de lá para tentar harmonizar com a comida. E olha que a combinação foi muito legal!

Este exemplar é produzido pela gigante italiana Tenute Niccolai/Palagetto que tem seus vinhedos espalhados por diversas regiões da Itália. Em se tratando especificamente deste vinho, a uva brunello (sangiovese grosso) está plantada na comuna Montalcino. São produzidas cerca de 14000 garrafas deste vinho anualmente. O produtor trabalha as vinhas com baixo rendimento e boa densidade de plantas em solo argiloso. A colheita é feita manualmente com seleção de uvas na chegada a vinícola, além de afinamento em barricas entre 6 a 10 meses. Vamos as impressões.

Na taça o vinho apresentou bonita cor rubi mais escura, brilhante, levemente transparente com bordas ligeiramente tendendo ao granada. Lágrimas finas, abndantes e com certa cor fecham o aspecto visual.

No olfato o vinho apresentou aromas de frutas vermelhas, notadamente cerejas, lembrança de eucalipto (quase como aqueles que são utilizados em saunas, sabe?!) e ao fundo algo de defumado. Nariz bem interessante.

No palato o vinho se apresentou um pouco quente de início (14%), arrefecendo com o tempo em taça. Confirmou o frutado e ainda algum tostado. Final com leve armagor sem prejudicar o bom conjunto. Taninos finos, presentes e com muita elegância. Boa acidez e corpo médio. Persistência média.

Conjunto muito elegante para este vinho que se mostrou extremamente gastronomico. O único porém é que o álcool chega a incomodar um pouco de início e pode voltar a aparecer quando a temperatura sobe um pouco. Entretanto não chega a ser desagradável. Outra boa indicação da Vinea, comprado em uma boa promoção valeu o investimento.

Saúde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário