segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Desafio Winesave & Alto de La Ballena Merlot 2007

Com meu interesse por vinhos e a mudança de foco deste blog, o trazendo pra perto de minhas necessidades como enófilo, vi que me surgiram algumas importante e interessantes oportunidades de conhecer pessoas, vinhos, utensílios, etc. E destas oportunidades, fui agraciado com a possibilidade de teste de um utensílio muito bacana chamado winesave. Esta oportunidade surgiu através do contato do Sr. Fernando Zamboni da empresa Winelands, de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Ele muito gentilmente me contatou e perguntou sobre o interesse em testar e divulgar o produto. Aceitei e aqui estou cumprindo minha parte como me foi confiado. Só gostaria de pedir desculpas pela demora no post, mas com toda reviravolta que minha vida tem passado nos últimos tempos, algumas coisas foram ficando um pouco esquecidas e/ou adiadas.


Quem nunca teve problemas quando tomava um vinho sozinho, assim como eu o faço muitas vezes, e por muitas vezes se deparou com sobras deste vinho, sem saber ao certo o que fazer para mante-lo em condições de consumo depois de aberto? Pois bem, ao que tudo indica seus problemas foram resolvidos. Tudo que você precisa fazer é utilizar o winesave, um dispositivo que dispensa uma pequena quantidade de gás argônio dentro de sua garrafa com o resto de seu vinho e a mesma pode ser então fechada novamente (rolha, screw cap, etc.) e mantida fresca e em condições de consumo por muito mais tempo. O Argônio é um gás inerte, incolor e insípido e portanto não transfere quaisquer características diferentes ao seu vinho, tornando-se assim o gás ideal para tal tarefa. Ele ainda é quase 2 vezes e meia mais pesado que o ar, criando assim uma barreira entre o ar e o vinho quando injetado na garrafa, fazendo assim com que o processo de oxidação seja interrompido (o ar é componente essencial neste processo). Dito isto, passei a parte prática da experiência.


Fiz o teste com o vinho Alto de La Ballena Merlot 2007, adiquirido em minha visita a própria vinícola no Uruguai em algum lugar do passado (relembrem aqui e aqui o que eu falei sobre a mesma). Vamos aos resultados.

O vinho quando aberto a primeira vez apresentou uma cor ainda violácea e escura, sem muitos traços de evolução. Aromas de frutos escuros, chocolate e toques florais. Na boca bom corpo, acidez na medida e taninos finos porém presentes e de boa qualidade. Confirmou o que eu tinha tido de impressões quando o degustei na vinícola, em maio de 2011. A garrafa foi consumida até um pouco mais da metade e foi quando utilizei o winesave para mantê-la guardada na geladeira. Um segundo borrifando o gás argônio pra dentro da garrafa, arrolhada outra vez e pra geladeira.

Após uma semana inteira (7 dias) retirei o vinho da geladeira, deixei-o repousado por algum tempo na mesa até que adquirisse uma temperatura mais próxima da ideal para consumo e retirei a rolha novamente. Para minha surpresa, todas as características originais listadas no parágrafo anterior foram mantidas, inclusive o frescor e a acidez do vinho, sem quaisquer traços adicionais de evolução/oxidação no visual, olfato ou paladar. E olha que um vinho sem winesave armazenado nas mesmas condições perderia sua condição de consumo em no máximo 4 dias. Confesso que fiquei surpreso e ao mesmo tempo contente pois essa "invenção" é realmente útil e poderá ajudar muitas pessoas que gostam de vinho mas nem sempre tem companhia ou conseguem consumir uma garrafa inteira de uma vez. Apesar de ainda querer fazer um teste um pouco mais longo, eu mais do que recomendo o winesave!

Para finalizar gostaria de deixar um enorme agradecimento, mais uma vez, a Winelands e ao Sr. Fernando Zamboni pela oportunidade de testar o material que eles estão distribuindo e dizer que apesar da demora, eu  aprovei sem quaisquer ressalvas o winesave. Fico também a disposição para eventuais dúvidas e/ou sugestões que possam surgir deste post.

Para maiores informações sugiro contatar a empresa diretamente em www.winelands.com.br e se quiserem mais ler mais sobre o produto em si recomendo também o site www.winesave.com.br .

Até o próximo!

4 comentários:

  1. Grande Victor! Embora sem comentar, tenho acompanhado sempre suas postagens e gosto muito. Uma pena nunca termos tomados uns vinhos juntos (mas ainda lembro daquela garrafa de São Francisco kkkkkkkk).

    Uma curiosidade sobre este produto: É tipo uma garrafa cheia do gás? Ela tem refil? Quais os custos (normal e refil)? Dá pra usar quantas vezes? Coloca umas fotos aí de como funciona o produto, achei muito bacana.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Doug! Fico muito feliz que acompanha e gosta do meu trabalho por aqui. Eu faço o que posso e fico realizado qdo as pessoas reconhecem. Ainda podemos tomar vinhos juntos!

      Este produto é uma garrafinha, quase como uma de desodorante que normalmente pode chegar a quase 100 aplicações, qdo vc deve comprar outra. Eu só tirei aquela foto do post mesmo, mas funciona como um WD, vc pega o canudinho, encaixa no spray, coloca dentro da garrafa e asperge por um segundo. No site deles tem videos e explicações mais detalhadas, de uma olhada!

      Abração!

      Excluir
  2. Adoro esse vinho! :) Ainda bem que funcionou... seria um sacrilégio!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o que eu mais gostei lá da Alto de La Ballena! E realmente, seria um sacrilégio caso o teste desse errado mas felizmente funcionou!

      ;)

      Excluir