terça-feira, 8 de outubro de 2013

Ormanni Borro Del Diavolo Chianti Classico Riserva 2008

Tem dias que depois de muita tensão, correria, desgastes, você só quer chegar em casa, comer uma boa comida ao lado de sua companheira e tomar um vinho? Além disso, 6 meses se passavam desde que a grande mudança em minha vida aconteceu. Por isso, resolvi tirar este da adega, vindo diretamente da Toscana em nossas malas da lua de mel, o Ormanni Borro Del Diavolo Chianti Classico Reserva 2008.


A Vinícola Ormani é como muitas na região, parte de uma grande propriedade que possui também outras atividades, entre as quais se destacam a agricultura, turismo e claro, vinicultura. Fica entre Poggbonsi e Castellina in Chianti, sendo que possuem mais de 60 hectares de uvas plantadas dentro da DOC que compreende a região de Chianti Classico. 

O vinho em questão é um exemplar puro sangue 100% Sangiovese com uvas colhidas na região de Chianti Classico. Ainda segundo o produtor passa por cerca de 12 meses em barricas de carvalho, quando é engarrafado e passa ainda cerca de mais 6 a 8 meses em garrafa antes de ser liberado para o mercado. Possui 14,5% de álcool. Vamos as impressões.

Na taça o vinho apresentou uma bonita cor rubi violáceo com poucos toques atijolados nas bordas. Lágrimas finas, rápidas e ligeiramente coloridas completam o aspecto visual.

No nariz o vinho mostrou aromas de frutas vermelhas, toques de coco e leve lembrança de bosques. Um vinho bastante fragrante eu diria.

Na boca o vinho tinha corpo médio, boa acidez e taninos redondos e macios. Um vinho muito equilibrado e harmônico. Retrogosto confirma o olfato. Cresceu ainda mais com a comida. Final de média duração.

Um grande vinho associado a uma grande lembrança e que só confirmou a qualidade percebida quando o provei lá na Itália. Eu recomendo. Uma pena não existir por aqui.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário