terça-feira, 15 de outubro de 2013

Cline Viognier North Coast 2012

De repente um calor ainda um pouco fora de época ainda aplacou Sampa em plena segunda feira e a vontade de comer uma comida leve e tomar um vinho refrescante surgiu com a minha esposa, e eu prontamente aceitei. A idéia foi fazer um fusilli com abobrinhas e tomates cereja salteados em azeite com cebola roxa. Para dar um toque especial, um pouco de salsa trufada. E para acompanhar, alguns nuggets crocantes seriam fiéis escudeiros. Ai viria a dúvida: qual vinho escolher para acompanhar? Minha esposa jogou no ar que queria um vinho branco e pensando bem, era a escolha ideal. Vasculhei minha adega e encontrei este curioso Cline Viognier North Coast 2012 e resolvi que ele seria o responsável pela "hercúlea" tarefa.


A Cline Cellars é uma vinícola fundada inicialmente em  Oakley na California que depois teve sua sede levada para Carneros, no Sonoma. Existe desde meados dos anos 80 sendo que, segundo pude apurar, é uma das pioneiras no cultivo de uvas oriundas do Vale do Rhône na região, fazendo uso do clima um pouco mais ameno em Carneros. Conta hoje com vinhedos em ambas regiões (Carneros e Oakley) além de Pentaluna, também em Sonoma. Conta ainda com acomodações para turismo além de um museu cujo tema principal é as Missões Espanholas na região conhecida como El Camino Real. 

O vinho escolhido, Cline Viognier North Coast 2012, por sua vez é produzido a partir de 100% de uvas Viognier colhidas tanto em Carneros como Sonoma Coast. Não passa por envelhecimento em barricas e tem 15% de teor alcoólico. Vamos as impressões.

Na taça uma bonita cor amarelo dourado com toques meio rosados, bastante brilho e ótima transparência. Sim, também achei meio estranho mas olhando o vinho contra um fundo branco era possível ver toques rosados em contrapartida a coloração amarela do vinho. Lágrimas finas, rápidas e incolores complementavam o aspecto visual.

No nariz o vinho abriu com aromas de fruta tropicais (abacaxi e pêssego), frutas cítricas e toques florais. Me lembrou um pouco de lichia também. Parecia um perfume engarrafado, tamanho o nível de fragrância que o vinho desprendia quando abri a garrafa.

Na boca um vinho de corpo médio, boa untuosidade e acidez moderada. Retrogosto confirma o olfato num final de longa duração. 

Mais um grande vinho apresentado a mim pela Smart Buy Wines através de seu clube de vinhos. Casou muito bem com o clima e com a comida mais leve. Eu recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário