segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Byzantium Rosso di Valachia Dealu Mare 2013: Romênia na taça!

E quando você menos espera, o mundo do vinho te surpreende de novo. Provar vinhos de várias partes do mundo e conhecer cada dia um sabor e um aroma diferente faz parte de quem quer conhecer o mundo do vinho de uma maneira bem interessante e eis que, de vez em quando, surpresas aparecem. O que dizer então quando você tem descendência romena e aparece em seu caminho um vinho de lá? Pois é, estou falando do Byzantium Rosso di Valachia Dealu Mare 2013.
 
 
O vinho é produzido pela Halewood Wines, fundada em 1978 por John Halewood. A empresa logo se tornou o maior produtor nacional independente de vinhos e bebidas alcoólicas no Reino Unido. A empresa passou a deter participações em áreas-chave da indústria de bebidas em todo o mundo. Com um volume de negócios anual superior a 500 milhões de Euros, a Halewood International Ltd. distribui mais de 1.400 produtos no Reino Unido e 30 países mundo a fora. Quatro das marcas do grupo Halewood International Ltd.  podem ser encontradas nas dez melhores marcas em sua categoria no Reino Unido. Hoje, depois de um investimento de 10 milhões de euros, a empresa possui quatro subsidiárias na Romênia. O principal objetivo da empresa era comercializar vinhos romenos às expectativas internacionais. A Halewood Romênia atualmente vende seus vinhos para mais de 40 países e se tornou o maior exportador de vinho engarrafado romeno. Taís países incluem China, Japão, Coréia do Sul, México, Peru e, claro, o Reino Unido e os Estados Unidos. A Halewood Romênia utiliza castas internacionais, como Merlot, Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Chardonnay, Pinot Gris, Sauvignon Blanc, Gewürztraminer, e as incríveis variedades locais Feteasca Neagra, Feteasca Alba, Feteasca Regala e Iordana. Com tal diversidade, a Halewood Romênia é capaz de fornecer ao mercado nacional e internacional vinhos de alta qualidade, os quais têm personalidades bem definidas.
 
Sobre o vinho, o Byzantium Rosso di Valachia Dealu Mare 2013 é um corte de 60%  de Feteasca Neagra,  20% de Shiraz e 20% de Cabernet Sauvignon e é produzido na DOC Dealu Mare. Não consegui informação sobre envelhecimento em madeira, mas vamos ao que interessa.
 
Na taça o vinho apresentou uma cor violácea de média para grande intensidade, bom brilho e pouca transparência. Lágrimas finas, rápidas e coloridas compunham também o aspecto visual.
 
No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos e escuros, toques de especiarias e lembrança de eucalipto. Ao fundo um pouco de lácteo e pimentão.
 
Na boca o vinho se mostrou de médio corpo para encorpado, boa acidez e taninos macios e redondos. Retrogosto confirma o olfato e o final é de média para longa duração.
 
Uma grata surpresa vinda das terras de meus ancestrais e que mostrou que vinho bom não precisa ser famoso e conhecido, aliás, bem ao contrário. Acompanhou o almoço de domingo e um belo bife a parmegiana. Recebi esse belo exemplar do Winelands Clube do Vinho, o clube que eu assino e recomendo.
 
Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário