domingo, 15 de janeiro de 2012

Santa Julia Cabernet Sauvignon Reserva 2008

Continuando a série de vinhos argentinos provados, mais um bom exemplar vindo de Mendoza, mas desta vez não era um malbec. Outro grande achado no tocante ao custo benefício, eu diria que este caso poderia se tornar um vinho para o dia a dia sem problema nenhum.

A Bodega Santa Julia é parte do grupo Zuccardi, e foi criada nos anos 90 como uma forma de homenagem a filha de José Zuccardi, Julia. Este vinho é composto de uvas 100% cabernet sauvignon colhidas em Maipu e no  Vale do Uco, em diferentes composições de solo em Mendoza. Passa por amadurecimento de 10 meses em carvalho francês de primeiro, segundo e terceiro usos. Sem maiores delongas, vamos a ele.


Na taça o vinho tinha uma cor rubi violácea bem escura, com alguma transparência e leve halo de evolução, contando ainda com lágrimas finas, ligeiramente lentas e com certa cor. 

No nariz o vinho já mostrava uma complexidade interessante, abrindo com aroma de frutas negras, algo de especiaria (pimenta), leve herbáceo de fundo com baunilha e um toque animal fechando o conjunto. Muito interessante, sem mostrar aquele herbáceo agressivo e verde que normalmente encontramos em alguns cabernets sulamericanos.

Na boca o vinho tinha um corpo médio, taninos finos e ligeiramente rascantes mas integrados ao conjunto e talvez faltasse um pouquinho mais de acidez, mas que não comprometia o vinho. Retrogosto frutado com alguma coisa de baunilha num final de média duração bem gostoso.

Enfim, mais um bom vinho feito por nossos hermanos e que agrada pela faixa de preço, fugindo um pouco do malbec pesadão e quase doce que costumamos encontrar por ai. Eu recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário