quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Retrospectiva 2011 - Parte II - Final

Continuando com nossa retrospectiva, principalmente nos assuntos voltados ao blog e seu foco, o que será que o segundo semestre nos reservou?

Julho: a principal conquista aqui foi ter me formado no curso de sommellerie, tendo a oportunidade não somente de desfrutar de muito conhecimento e informação com pessoas tão singulares com as quais tenho tentado manter o contato vivo até hoje e mais do que isso, ter tido a oportunidade de aprender junto de uma das mais renomadas sommelières do país, a Alexandra Corvo. Além disso, uma marca impressionante para o blog, que rapidamente atingira a marca de 10 mil acessos em 11 meses (uma marca muito boa pra mim) e que fez com que eu me empenhasse ainda mais para que o blog conseguisse angariar novos leitores. Estes assuntos foram retratados no post "Motivos para Comemorar". No tocante a vinhos, um bom exemplo de custo benefício vindo da Nova Zelândia (relembrem aqui o Yealands Way Sauvignon Blanc).

Agosto: este foi um mês bem agitado o que fez com que eu conseguisse gerar muitos posts interessantes pro blog. A primeira coisa que eu achei interessante foi minha primeira experiência, altamente positiva diga-se de passagem, com compras coletivas para jantares em restaurantes (relembrem meu jantar no iBistrot aqui). Depois disso, tiveram alguns bons eventos que participei mas um em especial sempre foi meu favorito, uma vez que já havia comparecido em outras edições (relembrem o Encontro de Vinhos aqui). Tiveram muitos bons vinhos, mas para não tornar o mês uma compilação de posts escolhi um argentino de peso para esta retrospectiva (relembrem o Zuccardi Q Cabernet Sauvignon aqui). Eu ainda convidaria você que não acompanhou de perto o blog na época a dar uma revisitada nos posts, eu acho que você irá encontrar postagens que possam te interessar.

Setembro: o mês em questão também foi deveras agitado. Como eu havia comentado na seção de julho, tenho tentado manter contato com o pessoal que se formou comigo no curso de sommellerie e uma das maneiras que encontramos para tal foi a criação de uma confraria com alguns dos alunos, sendo que em setembro tivemos a primeira reunião do grupo (relembrem a inauguração da Confraria do Meio aqui). Outro evento de que sou muito fã deu início em Sampa nesta época, o Restaurant Week, e eu tentei visitar alguns restaurantes durante este evento e postei minhas impressões no blog (relembrem aqui minha visita a Cantina La Grassa). Quando o assunto é vinho, desta vez eu pude provar meu primeiro Barolo, o vinho dos reis e o rei dos vinhos (relembrem  o Beni di Batasiolo Barolo aqui).

Outubro: Apesar de não parecer, este foi um mês mais do que agitado, eu diria deveras especial, pois foi aqui que um grande acontecimento em minha vida pessoal aconteceu: meu irmão casou e eu fui padrinho dele (relembrem minha singela homenagem aqui). Foi neste mês também que eu tomei conhecimento de um serviço inovador de reservas em restaurantes on line, o Gourmeo, e eu resolvi testa-lo postando no blog minhas primeiras impressões (relembrem aqui). Foi um mês também de grande vinhos e foi difícil separar um único, mas resolvi trazer um belo exemplar francês da região de chateauneuf du pape nesta retrospectiva (relembrem o Laurus Châteauneuf du Pape aqui).

Novembro: este mês trouxe pra mim um oportunidade incrível: eu fiz uma viagem ao Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, onde pude visitar várias vinícolas nacionais e tomar conhecimento de que nossa vitivinicultura está em franca evolução e nos reserva boas surpresas. Para a retrospectiva, eu trouxe uma das minhas visitas a vinícolas que mais me satisfez em termos de conhecimentos (relembrem minha visita a Vinícola Angheben aqui). Aqui também pude ir mais uma vez a mais um de meus eventos favoritos, a Expo São Roque (relembrem aqui). Para finalizar, com relação a vinhos, um dos que eu trouxe de minha viagem ao Uruguai foi a escolha (relembrem o Alto de La Ballena Tannat Viognier aqui).

Dezembro: com a correria do final de ano, fechando últimos problemas no trabalho e as festas se aproximando, dezembro é sempre um mês especial. Foi aqui que eu comecei a frequentar as degustações as cegas dirigidas pelo Beto Duarte, do Papo de Vinho, que farão parte de um guia editado por ele e tive a oportunidade de, além de degustar muitos bons vinhos, conhecer muitas pessoas do mundo enoblogueiro e trocar muitas idéias (relembrem aqui meu primeiro post sobre o assunto). Além disso, eu não citei anteriormente, mas em alguma parte deste ano eu comecei também a frequentar uma outra confraria, a Pane Vinum Et Caseus, da onde vem o vinho do mês que apesar de ter sido degustado em novembro, só entrou no blog em dezembro (relembrem aqui o Fragulho Douro). Pra finalizar a retrospectiva, um fato que eu considero também relevante é que apesar de uma primeira experiência ruim com o serviço do Gourmeo, tive motivos para voltar atrás e indicar o serviço, o que eu expliquei aqui o por que.

Espero ter trazido o que de mais interessante o blog nos brindou neste ano, mas caso eu tenha deixado algo de fora, é por um bom motivo ou simplesmente por que em respeito a você leitor, não quis tornar esta retrospectiva cansativa ou sem graça. Eu realmente espero que vocês tenham gostado e que neste 2012 que se abre na nossa frente vocês possam continuar acompanhando o blog e me dando a força necessária para que o blog continue desta maneira e evolua sempre! Deixo aqui o meu muito obrigado!

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário