segunda-feira, 1 de julho de 2013

Vinho aromatizado com xarope de refrigerante é lançado

Uma companhia francesa, Haussmann Famille, lançou no mercado no último mês de junho o primeiro vinho aromatizado artificialmente com xarope de refrigerante.


Com um nome até sugestivo, Rouge Sucette Cola (algo como Pirulito Cola em uma tradução livre), o vinho com 9% de teor alcoólico foi criado para ser servido resfriado, e é feito com 75% de mosto vinificado de uvas e os outros 25% divididos entre açúcar, água e xarope artificial de refrigerante de cola. Segundo o fabricante, o resultado chega a ser surpreendente, pois alia o "amargor" do vinho com a doçura do xarope. O produtor já é conhecido por já trabalhar com uma linha de vinhos rosé e branco aromatizados artificialmente com xarope de maracujá. 

O lançamento ocorreu na última semana de junho em meio a Bordeaux Vinexpo 2013, o alvo do produto segundo o próprio produtor é a "geração coca cola" de jovens consumidores como uma maneira de traze-los para o consumo de vinhos. O vinho também é visto como potencialmente vendável entre mulheres e pessoas asiáticas que podem ter o paladar mais voltado para os gostos doces em bebidas. Obviamente o vinho não estará disponível no Brasil e o preço lá fora, numa rede de supermercados ingleses beira as 3 libras.

Pesquisas feitas no mercado francês dão conta que existe uma demanda crescente por produtos deste tipo, vinhos aromatizados, com uma estimativa de vendas de mais de 30 milhões de garrafas no ano corrente, um incremento de 50% em comparação a 2012. Ainda segundo avaliadores de mercado, tais vinhos também tem dirigido a vendagem de vinhos no mercado americano, com vinhos tintos doces se superando dia após dia e os vinhos da uvas Moscato correspondendo por mais de 6% em volume de vendas no país, um incremento de 33% ante o ano anterior. Do outro lado da moeda, o consumo de açúcar na Grã-Bretanha teve um aumento de 31% desde 1990, com o consumo médio de 700g de açúcar por pessoa em uma semana.

Para maiores informações recomendo a leitura do original, em inglês, no site http://www.thedrinksbusiness.com .

Será que a moda pega por aqui também?

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário