quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Espumante Cave de Pedra Extra Brut - #CBE

É com muito prazer que o blog debuta na "Confraria Brasileira de Enoblogs", a CBE, mais antiga confraria virtual de vinhos do Brasil. A confraria funciona da seguinte forma, a cada mês um dos confrades (ou confreiras) é designado a escolher um tema para vinho do mês e a partir dai, no dia primeiro do mês seguinte os demais devem fazer seu post baseado no vinho escolhido. E para o mês de janeiro a escolha foi feita pela confreira Ale Esteves do blog Dama do Vinho, que por sua vez escolheu o tema a seguir: Champagne, Cava, Prosecco, Franciacorta, qualquer espumante para brindar o novo ano. Mas, de preferencia, que esse espumante seja fotografado em algum lugar especial onde você passará o ano novo.


Confesso que a princípio minha escolha não foi muito fácil, mas confesso também que ao final tive uma ajuda para faze-la. Esta época do ano é sempre muito emotiva e nos coloca ainda mais próximos das pessoas que amamos e principalmente da nossa família, aquela no qual nascemos e por que não aquela que escolhemos. E foi daí que surgiu o espumante alvo do post de hoje. Uma tia de minha esposa trouxe o espumante para a casa da minha sogra para que o mesmo fosse consumido no jantar de natal, mas por um ato do destino acabamos não consumindo o mesmo e ele ficou por lá até que então, resolvemos que este seria o espumante para brindarmos a chegada do ano que se aproximava. Estou falando do espumante Cave de Pedra Extra Brut.

A Vinícola Cave de Pedra está localizada em Bento Gonçalves, na rota do vinhos, e tem uma arquitetura toda em pedra basáltica que de longe já chama a atenção, lembrando os castelos medievais, o que contribui também para manter temperaturas mais amenas em seu interior e facilitar o trato com as uvas e vinhos. A Vinícola tem produção limitada de vinhos e espumantes, mantendo assim a tipicidade do terroir do Vale dos Vinhedos. Sua especialidade é a elaboração de espumantes pelo processo tradicional, com a segunda fermentação na garrafa. O vinho em questão é um espumante "blanc de noir", ou seja, um espumante feito com uvas tintas (no caso a Pinot Noir) só que vinificada em base para espumante branca (deixando o contato do mosto com as cascas e substâncias coloríficas o menor possível). As uvas para o espumante são todas de vinhedos próprios localizados no Vale dos Vinhedos. Como dito anteriormente, o espumante é feito pelo método Champenoise. Vamos as impressões.

Na taça o espumante apresentou uma bonita cor dourada e brilhante com borbulhas finas, persistentes e bem elegantes.

No nariz o espumante apresentou aromas de frutos secos (damasco), toques de panificação, leveduras e lembranças de nozes também. 

Na boca o espumante era bastante fresco com sua acidez pronunciada, aliada a um bom corpo, bom volume e muita harmonia. O retrogosto confirma o olfato e tem um final de longa persistência.

Um grande espumante, grandes companhias e claro, uma ocasião mais do que especial. Perfeito para brindar a passagem do ano. 

Aproveito para mais uma vez desejar um grande ano de 2014 para todos e que venham muito mais posts.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário