segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Intipalka Extra Brut: O Natal borbulhante chegou ao Peru!

Da série dos vinhos espumantes consumidos durante as festividades do Natal, surgiu (mais) uma grata surpresa vinda do Peru. Desta vez falaremos do Intipalka Extra Brut. Vamos ver o que descobrimos e percebemos dele?


Um dos maiores produtores de Pisco (bebida destilada a base de uvas) do mundo, o Peru também começa agora a figurar entre os países produtores de vinho, ainda que em uma menor escala. E um produtor que tem apostado e alto neste mercado, e claro, coincidentemente é o produtor do vinho de hoje, Santiago Queirolo, nas cercanias de Lima, no Peru. Sua fundação se deu em 1880, com a fabricação de Pisco e de vinhos coloniais (ou de garrafão) feitos a base de uvas de mesa. Entre mudanças da localização dos vinhedos à modernização da bodega, a terceira geração da família assume o controle da vinícola e o grande salto qualitativo acontece. E esta modernização inclui a aquisição e plantio de vinhas na região do do Vale do Ica, região mais ao sul de Lima, da onde vem as uvas Chardonnay que compõe o vinho espumante de hoje. É feito pelo método Charmat e fica 4 meses em tanques, em contato com as leveduras após a segunda fermentação, para posterior engarrafamento.

Na taça o vinho espumante apresentou uma coloração amarelo palha com reflexos tendendo a um verde claro, bom brilho, boa transparência e formação consistente de pequenas borbulhas com consequente boa formação de coroa.

No nariz o vinho espumante apresentou aromas de frutos cítricos (abacaxi em destaque), toques florais e leve lembrança de mel.

Na boca o vinho espumante se mostrou leve, com excelente acidez e boa formação de espuma. Retrogosto confirma o olfato e o final é de média para longa duração.

Uma ótima opção de vinho espumante, diferente do usual que estamos acostumados por aqui. Serviu para dar continuidade as comemorações de Natal de forma brilhante. Recebi esse belo exemplar do Winelands Clube do Vinho, o clube que eu assino e recomendo.

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Eu não peguei este. Optei pelo Rosé. Excelente este espumante Victor.

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo,

      Não sou grande fã de Rosés, e eu sinceramente estou surpreendido por estes vinhos Peruanos.

      Abração

      Excluir