terça-feira, 22 de março de 2016

Terragnolo Boulder Marselan 2012: O Brasil que nos enche de orgulho

Eu estive um pouco reticente em falar sobre este vinho para que não houvesse qualquer confusão com relação a política ou celebração política por aqui, dada a situação de ebulição que se encontra nosso país. E não só o país, mas cada vez mais todas as camadas do poder executivo tem demonstrado inabilidade e falta de comprometimento com seus eleitores. Deixando de lado o momento desabafo, falemos então de um lado do Brasil que nos deixa orgulhosos e esperançosos, que é o dos vitivinicultores que trabalham duro, sem muito incentivo, a fim de gerar belos caldos para nosso deleite. Hoje falaremos então do Terragnolo Boulder Marselan 2012.


A Vinícola Terragnolo está localizada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves no Rio Grande do Sul e tem sua história ligada a vinda da família de Luigi Valduga ao Brasil em 1875, vindos de Terragnolo, província de Trento no norte da Itália (daí o nome da vinícola). Seu bisneto, Sandro Valduga, que faz parte da quarta geração da família, aliou o conhecimento herdado de seus antepassados às mais modernas técnicas de vinificação, com um cuidado especial desde o solo onde é plantada a videira até o local de venda do produto para criar a vinícola. A Terragnolo é uma empresa familiar com produção limitada, que tem como meta principal a elaboração de vinhos diferenciados.

Sobre o Terragnolo Boulder Marselan 2012, podemos ainda acrescentar que o vinho é de produção limitadíssima (apenas 5 barricas de 225 litros) e que, como diz no rótulo, é feito com 100% de uvas Marselan oriundas da região do Vale dos Vinhedos com passagem por 36 meses em barricas de carvalho francesas para amadurecimento.Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou coloração rubi violácea de grande intensidade, bom brilho e boa limpidez. Lágrimas mais gordinhas, lentas e em pouca quantidade se faziam ver.

No nariz o vinho deu mostras de toda sua complexidade com aromas de frutos vermelhos, especiarias, flores, terra molhada, tabaco, mentolado e baunilha.

Na boca o vinho se mostrou encorpado, taninos amaciados pelo tempo e uma boa acidez. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo e persistente.

Um belíssimo vinho nacional degustado por aqui, fica melhor com o tempo e merece uma aerada antes de servir. Foi uma dica do Fernando Schmeing, da Enoteca Vinho Expresso, loja situada no hotel Intercity em Caxias do Sul. Valeu pela dica, o vinho é muito bom mesmo. Se estiverem de passagem por lá, não deixem de conferir. Eu recomendo a prova!

Até o próximo!

6 comentários:

  1. Na próxima vez prove o Merlot DO, um dos melhores do país na minha opinião. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica e pela visita Rodolfo, dica anotada por aqui.

      Continue nos acompanhando!

      Abraços!

      Excluir
  2. Fala Victor. Tudo certo? Vou para a Serra agora no começo de Agosto e já tinha planejado dar uma conferida nos rótulos da Terragnolo. Vou para lá ASAP. Valeu pela dica. Abração!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Rodrigo, tudo bem por aqui e por ai? Que inveja branca que estou sentido de você, eu adoro viajar pro Sul e visitar essas vinícolas. Vai na fé e depois mande suas impressões, por favor. Um abraço e uma boa viagem!

      Excluir
    2. Sempre que possível, eu vou para a Serra para dar uma relaxada dessa vida corrida que temos aqui. Pode deixar que mando sim. Obrigado. Abraços!

      Excluir
    3. Poxa Rodrigo, eu gostaria de ir mais do que realmente consigo ir. Enfim, preciso voltar logo pra lá, esta é a conclusão que chego! Abraço!

      Excluir