sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Casa Ermelinda Freitas Pinot Noir Reserva 2013

A Casa Ermelinda Freitas, iniciada em 1920 por Deonilde Freitas em Palmela, Portugal, continuada por Germana Freitas e mais tarde por Ermelinda Freitas, sempre dedicou especial atenção ao vinho. Pelo desaparecimento precoce do seu marido, Manuel João de Freitas, Ermelinda deu continuidade à empresa com colaboração da sua filha única, Leonor, que embora com formação fora da área vitivinícola, tomou a liderança da empresa reforçando assim a presença feminina na sua gestão. Desde a primeira geração que esta casa aposta na qualidade das vinhas e dos vinhos, que inicialmente eram produzidos e vendidos a granel sem marca própria. Foi com a atual gestão que se deu a grande mudança de se criar marcas próprias. Assim, em 1997, iniciou-se um novo ciclo com o “Terras do Pó” tinto, primeiro vinho produzido e engarrafado da Casa Ermelinda Freitas.


Sobre o Casa Ermelinda Freitas Pinot Noir Reserva 2013, podemos ainda acrescentar que é um vinho feito com uvas 100% Pnot Noir de vinhas situadas em Fernando Pó, zona privilegiada de Palmela. Passa por estágio de 12 meses em meias pipas de carvalho americano e francês. O vinho é engarrafado como Regional Península de Setúbal Reserva. Vamos as impressões?

Na taça o vinho mostrou coloração rubi de média intensidade com algum halo granada. Lágrimas finas, em pouca quantidade e sem cor também se faziam presentes.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos maduros, terrosos, tabaco e algo de baunilha. 

Na boca o vinho mostrou corpo médio, excelente acidez e taninos redondos. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo.

Um bom vinho português, diferente do usual e com uma casta pouco utilizada em vinhos de lá. É mais encorpado do que costumeiramente encontramos em vinhos desta casta mas tem alguma tipicidade olfativa e gustativa. Eu recomendo a prova.

Até o próximo!

4 comentários:

  1. A Peninsula de Setubal fica no Alentejo mas dadas as excepcionais caracteristicas do Terroir esta região adopta o nome da sua própria região . São óptimos vinhos produzidos nesta pequena região . Tenho sempre na minha garrafeira vinhos da casa Ermelinda e hoje bebi um branco ( aqui é verão ) e curiosamente na entrad optei por um moscatel roxo de setubal . Vale a pena conhecer os outros vinhos da casa Ermelinda e o seu TourigaNacional é diferente Cps Fernando Matos

    ResponderExcluir
  2. Fernando,

    Bom dia e muito obrigado por sua contribuição para o blog. Você não sabe o quanto isso me ajuda. Eu quero sim conhecer mais vinhos da Casa Ermelinda Freitas, muitas vezes é um pouco mais difícil encontra-los por aqui. Mas assim que o fizer, estarão divulgados por aqui.

    Abraços,

    Victor

    ResponderExcluir
  3. Vitor, a Casa Ermelinda Freitas está bem representada no Brasil, sua linha é extensa, mas praticamente todos os seus vinhos estão disponíveis por aqui. Se estiver em São Paulo procure na Beale Bebidas ou na Casa Sagres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre,

      Obrigado pela visita e pela informação! Irei procurar tais lugares. Um abraço!

      Excluir