terça-feira, 23 de agosto de 2016

Bancal Del Bosc 2012: A Espanha muito bem representada!

A Espanha enquanto país produtor de vinhos tem me surpreendido positivamente nos últimos tempos pois tenho provado muita coisa boa vinda de lá. E isso tem me animado a arriscar sempre e conhecer mais e mais a respeito dos vinhos oriundos de lá. O vinho que trago hoje aqui é um prova disso. O post de hoje será sobre o Bancal Del Bosc 2012. Vamos ver o que podemos falar sobre ele e sobre seu produtor?


O vinho é produzido pela Vynes Domènech, cuja família fundadora e que empresta nome a empresa (Domènech) vem de Falset, na Espanha, e desde 2002 são os proprietários de um dos vinhedos mais antigos de Capçanes, localizado ao sul do Priorato, dentro da D.O. Montsant. A uma altitude entre 450 a 500 metros acima do nível do mar, aninhada entre duas montanhas (Llaberia e Montalt), esta área protegida de conservação montanhosa, rodeada por exuberantes florestas e subsolos, se beneficia de um microclima único, muitos solos diferentes e vinhas muito velhas de uvas Garnacha (Grenache ou Garnatxa). Um terroir único para a produção de vinhos de qualidade, sem sombras de dúvidas.

Já sobre o Bancal Del Bosc 2012, podemos ainda acrescentar que é um vinho feito a partir das uvas Grenache, Cabernet Sauvignon e Syrah (60% da primeira e 20% de cada uma das outras duas). Após fermentação, o vinho passa ainda por 6 meses em barricas de carvalho francês e americano. Vamos então as impressões sobre o vinho?

Na taça o vinho apresentou coloração rubi violácea de grande intensidade com algum brilho e boa limpidez. Lágrimas finas, de média velocidade e em boa quantidade se faziam presentes.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos e escuros maduros, notas balsâmicas, especiarias, toques minerais e defumados.

Na boca o vinho se mostrou encorpado com uma boa acidez e taninos aveludados. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo e saboroso.

Um belíssimo vinho espanhol sem sombra de dúvidas, vindo de uma área ainda considerada "cult" por lá e, até pelos altos preços que encontramos por aqui, pouco explorada no nosso mercado. De qualquer maneira, eu recomendo a prova, vocês não irão se arrepender.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário