quinta-feira, 19 de março de 2015

Anbordu 2012: Vinho chileno de classe e potência!

Tem dias que pedem vinhos um pouco mais do que ordinários não é mesmo? Aquele dia em que você recebe algumas boas notícias, mesmo que ainda longe do que você espera, em que a ansiedade parece te consumir, o jeito é relaxar com estilo. E foi por estes motivos, e mais alguns outros, que eu tirei da adega o vinho chileno Anbordu 2012. Vamos conhecer um pouco mais sobre ele?


O vinho Anbordu 2012 é produzido pela Viña Vik, do empresário norueguês Alexander Vik, que se propôs a criar um vinhedo excepcional em 2004, para produzir vinhos únicos. Para atingir este objetivo e encontrar o melhor terroir, estudos e análises detalhadas de terra abrangendo toda a América do Sul foram feitas. A escolha do melhor terroir e as condições climáticas ideais para a viticultura levou a que, em 2006, Alexander Vik comprasse 4.325 hectares no Chile. Estes estudos e trabalhos na vinha hoje são dirigidos por Patrick Valette. Ele, Patrick Valette, é filho de pai francês e mãe chilena, dirigiu por muito tempo o famoso Chateau Pavie. O local escolhido foi Millahue Valley, chamado pelos nativos "Place of Gold", localizada nas encostas do norte de Apalta, no Chile.

Sobre o Anbordu 2012, podemos ainda incluir que este é o segundo vinho da Viña Vik e é um blend de 60% Cabernet Sauvignon, 20% Syrah, 10% Cabernet Franc, 8% Carmenére e 2% Merlot sendo que o vinho é 100% envelhecido por 24 meses em barrica de carvalho de segundo uso. Foram produzidas somente 6.000 garrafas. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma coloração violácea de grande intensidade, bom brilho e boa limpidez. Lágrimas finas, em boa quantidade e coloridas compunham também o conjunto visual.

No nariz o vinho mostrou aromas de frutos vermelhos, mentolado, especiarias doces e chocolate. 

Na boca o vinho se mostrou encorpado, taninos macios e boa acidez. Retrogosto confirma o olfato e o final era de longa e saborosa duração.

Um belo vinho chileno, saboroso, elegante e potente, com uma complexidade incrível. Foi uma bela indicação do amigo Beto Duarte e eu, na minha humildade, também recomendo a prova.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário