terça-feira, 14 de abril de 2009

A contusão de Rogério Ceni

Na tarde de ontem os torcedores são paulinos tiveram uma péssima notícia, agravada na manhã de hoje : seu maior ídolo dos últimos anos, o goleiro Rogério Ceni, sofreu grave lesão no tornozelo e deverá ficar pelo menos 6 meses longe dos gramados.

Rogério participava de um recreativo na reapresentação do elenco tricolor, em um campo de futebol society juntamente com seus colegas de trabalho quando em um lance isolado e sozinho, prendeu o pé no gramado e logo em seguida caiu gritando de dor.

Sempre considerei o Rogério um cara egoísta e mau carater, pois foi articulador em várias oportunidades de situações que viriam a queimar outros jogadores que vinham para o São Paulo e começavam a aparecer mais do que a sua estrela. O caso mais emblemático desta situação foi com o jogador Ricardinho, vindo do Corínthians na época e com status de craque. Além disso nunca quis que seus reservas imediatos tivessem muita chance, talvez por medo de perder a posição, acelerando sempre sua volta de pequenas contusões ou não querendo participar de rodizios ou mesmo ser poupado de jogos considerados menos importantes. Porém não posso deixar de considerar a situação triste para um jogador em final de carreira, sempre dedicado a seu time e aos treinamentos.

O goleiro joga desde que iniciou sua carreira no São Paulo e fez toda sua carreira por lá. Nos últimos anos conquistou tudo que um jogador poderia querer: títulos brasileiros, da libertadores, mundiais e inclusive uma copa do mundo pela seleção brasileira. Nunca teve a ambição de sair do tricolor e até mesmo por isso se tornou o ícone deste time vencedor. O jogador nunca havia sofrido contusões graves, a mais grave que me recordo foi um problema no joelho mas que em um mês de tratamento já estava de volta a ativa. Agora porém a história é outra pois o jogador já tem uma idade avançada e sua recuperação deve ser lenta.

No meu entender Rogério deveria começar a pensar em aposentadoria e dar chance a outros goleiros que o São Paulo possui, que a meu ver tecnicamente não deixam nada a dever para o colega contundido a não ser pelas cobranças de faltas e gols marcados. Aliás, Rogério já vinha enfrentando uma fase ruim, com falhas nos três últimos jogos e me parecia até certo ponto disperso e desligado das partidas. A escassez de gols na temporada é outro sinal de que a luz amarela começa a incomodar o atleta. Deveria parar enquanto está por cima na carreira ou pode colocar por água abaixo toda uma carreira de glórias pois como já estamos cansados de saber, o torcedor e dirigentes são extremamente passionais e até que ponto iriam tolerar seguidas falhas e resultados ruins em campo?

Fica aberto o canal de mensagens do balaio para que suas opiniões sobre o assunto possam ser compartilhadas comigo. Aguardo vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário