segunda-feira, 13 de abril de 2009

Semifinais do Paulistão – Pt. I

Neste sábado e domingo tivemos início às finais do Campeonato Paulista de Futebol 2009. No sábado tivemos a primeira partida entre Santos e Palmeiras, na Vila Belmiro e no domingo tivemos a partida de ida entre Corínthians e São Paulo.

Da partida entre Santos e Palmeiras vou me basear meramente no que ouvi e li, pois estava no meio do meu feriadão e não tive como acompanhar a partida. O Palmeiras mesmo em meio a disputa da Copa Libertadores da América apostou alto no Paulista e veio a campo com o que tinha de melhor. A Vila Belmiro apresentava pouco mais de 17 mil pagantes, o que a tornava praticamente cheia e o típico caldeirão pró Santos. O primeiro tempo foi bem movimentado com alternância entre os dois ataques, do começo ao fim, sendo que terminou equilibrado como começara: Santos 1 x 1 Palmeiras. Logo no comecinho do segundo tempo, a promessa santista Neymar tratou de desempatar o jogo em favor do Santos. O segundo tempo manteve a mesma pegada do primeiro, onde ambos os times buscaram o resultado, com o Santos se utilizando dos contra ataques para tentar liquidar de vez o Palmeiras. No final, o placar se manteve em Santos 2 x 1 Palmeiras. E que venha o próximo sábado e o Parque Antártica.

Já no domingo tivemos o jogo que eu acompanhei na íntegra, no mínimo óbvio o pq, entre Corínthians x São Paulo no Pacaembú. O jogo em si foi muito equilibrado, com ambas as equipes criando oportunidades de gol e hora os goleiros trabalhavam bem outras os atacantes é que não faziam direito a sua parte. O São Paulo saiu na frente com gol do zagueiro Miranda, em jogada duvidosa, mais uma vez de bola parada. Mas deixarei pra comentar um pouco sobre a arbitragem depois. O Corínthians então empatou pouco depois em bela jogada individual do volante Elias, decretando assim números finais ao primeiro tempo : Corínthians 1 x 1 São Paulo. Logo aos 10 minutos de jogo o São Paulo teve o zagueiro André Dias expulso em jogada faltosa em cima de Elias. A partir dai o que se viu foi um maior domínio da equipe do Corínthians na partida, onde o alvinegro de Parque São Jorge criara pelo menos mais três ótimas chances com Ronaldo (2) e Jorge Henrique. Rogério Ceni mostrava o por que atingiu o status de ídolo da equipe tricolor pois mesmo em péssima fase contou com a sorte em um chute fraco de Douglas que só parou na trave, após o goleiro são paulino bater roupa mais uma vez. Quando tudo caminhava para um final em pé de igualdade, eis que aos quase 48 minutos do segundo tempo Christian rouba de Jorge Wagner uma bola quase no meio campo, caminha com ela até as proximidades da grande área e de fora acerta um lindo chute no canto esquerdo baixo de Rogério Ceni, dando números finais a partida: Corínthians 2 x 1 São Paulo. Com direito a comemoração especial em homenagem as meninas do time do Morumbi.

Mais uma vez o time do Morumbi saiu reclamando da arbitragem, atitude recorrente sempre que perde uma partida. Mano Menezes, técnico do Corínthians, também cutucou a arbitragem em geral neste campeonato. Aliás, a arbitragem do Sr. Sálvio Espinola mais uma vez deixou a desejar. O árbitro e seus bandeirinhas pareciam nervosos e com marcações equivocadas e a falta de pulso em punir o excesso de vontade dos jogadores foi elevando a temperatura da partida. A entrada de Ronaldo em André Dias logo no início da partida, a meu ver, foi punida como deveria e não havia necessidade de expulsão até aquele ponto da partida. No gol do são paulino Miranda, diversas irregularidades aconteceram quase que de forma simultânea. A expulsão de André Dias é questionável. Toda falta e escanteio que ocorria era um tal de puxa camisa daqui, abraça dali, tudo com a conivência do árbitro. Até quando iremos conviver com estes árbitros sem preparo, ou seriam mal intencionados? E ainda pensamos em organizar uma Copa do Mundo neste país.

Restam agora as partidas de volta das semifinais do campeonato, no próximo final de semana. Quem serão os finalistas? Façam suas apostas!!!

Nota do balaio: Créditos da foto para Djalma Vassão / GazetaPress

Nenhum comentário:

Postar um comentário