quinta-feira, 9 de outubro de 2014

KM 0 Río de La Plata Reserva Tannat Syrah 2012: Um belo vinho uruguaio

Voltando a falar de vinhos de um lugar que ainda tenho vontade de visitar, o Uruguai, país sul americano pequeno em tamanho mas que faz vinhos de grande qualidade. E tem mostrado isso cada vez mais. Hoje veremos que além do bom trabalho solo feito com as uvas Tannat, seus blends também podem impressionar pela elegância com que se apresentam na taça. Hoje é dia de KM 0 Río de La Plata Reserva Tannat Syrah 2012 na taça.



A Bodega Irurtia, produtora do vinho em questão, nasceu com a chegada ao Uruguai do imigrante Vasco Don Lorenzo Irurtia nos primeiros anos do século passado. Sua paixão pelos bons vinhos e a dedicação ao trabalho no cultivo da videira dão seus frutos em 1913 com a primeira vindima. A quarta geração da família Irurtia ainda está estabelecida em Carmelo e hoje administra os negócios da família. Cinco irmãos, filhos e filhas de Dante Irurtia e Estela González assumiram o legado da família e o desafio de ir junto com seus antepassados por uma ​​estrada infinita, através da melhoria da qualidade de seus vinhos com a mesma paixão e dedicação de seus antepassados e a responsabilidade de manter e aumentar o reconhecimento internacional dos vinhos Irurtia, da cidade de Carmelo e do orgulho uruguaio.

Sobre o KM 0 Río de La Plata Reserva Tannat Syrah 2012, basta acrescentar que é um vinho feito a partir de uvas Tannat e Syrah colhidas em um terroir considerado único no Uruguai, bem na nascente do Rio da Prata (daí o nome KM 0 Rio de La Plata) na costa de Carmelo. Envelhecimento de 6 meses em garrafa. Vamos as impressões?


Na taça o vinho apresentou uma bonita cor rubi violácea de grande intensidade, bom brilho e pouca transparência. Lágrimas finas, rápidas e ligeiramente coloridas também compunham o aspecto visual.

No nariz o vinho mostrou aromas de frutas vermelhas, especiarias e leve toque floral. 


Na boca o vinho apresentou corpo médio, boa acidez e taninos macios. Retrogosto confirma o olfato e o final é de média para longa duração.

Recebi mais esse belo exemplar do Winelands Clube do Vinho, o Clube que eu assino e recomendo. E o Uruguai vai me deixando com mais vontade de visita-lo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário