segunda-feira, 11 de maio de 2015

Ovo e Uva: um excelente experiência enogastronômica!

Dia desses resolvi experimentar um restaurante que já estava em meu radar a algum tempo e devo dizer que, sem sombras de duvidas foi uma escolha acertada. O local escolhido foi o Ovo e Uva, um local que é um misto de restaurante, rotisseria, empório, mercearia e casa de vinhos, tudo em um mesmo ambiente.

O Ovo e Uva nasceu da união da vontade de dois sommeliers, João Renato da Silva e Fernando Perazza, com objetivos em comum: servir boa gastronomia aliada a bons vinhos. Lembro que quando o burburinho em torno da inauguração do lugar começou, eu lia o nome de um deles, João Renato da Silva, e sabia que existia algo de familiar. Depois de um tempo lembrei que costumava acompanha-lo pelas redes sociais e este foi mais um dos motivos pelos quais queria muito conhecer o local.


O Ovo e Uva fica num espaçoso salão em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. Os rótulos de vinhos ficam expostos numa prateleira a sua esquerda, enquanto que um balcão onde são feitas massas frescas e os queijos, embutidos e afins ficam ao lado direito. Aliás este alinhamento da bebida com a comida é o que se sobressai logo que você entra no local. Quem aparecer por lá terá a disposição 220 rótulos de vinhos de treze importadoras e além de consumir as garrafas no recinto você poderá leva-las para casa também. Existe ainda a opção de vinhos em taças e outras bebidas como cervejas, sucos, etc. No tocante ao cardápio, podemos sentir a influência da culinária italiana e espanhola em sua maioria com uma pegada contemporânea, sem grandes floreios ou reinvenções. É um cardápio enxuto na medida, com opções de entradas e pratos que podem ser divididos, sem porções exageradas. O serviço é um show a parte, muito atencioso e preza por orientar e deixar o cliente a vontade. Aliás, no final do texto vou contar um episódio de minha visita que me surpreendeu positivamente.

Risotto de Agrião com Bombom de Rabada

Depois de tudo que falamos sobre o local, nada melhor do que saber o que comemos e bebemos naquela agradável tarde, não é mesmo? Começando com os pratos, eu escolhi um "risotto de agrião com bombom de rabada" com grãos bem al dente e uma untuosidade e sabores inigualáveis no bombom; já minha esposa optou pelo "risotto de aspargos e jamon crocante", que também estava com os grãos bem al dentes mas um pouco mais cremoso que o de agrião, com o jamon dando outra dimensão de textura e adicionando um toque mais salino, deixando a mistura deveras interessante. Ambos muito bem executados e incrivelmente deliciosos, com bastante atenção aos detalhes e a decoração. O único ponto negativo ficou por conta da sobremesa, um tiramisu que não empolgou tanto quanto os pratos anteriormente discutidos aqui.

Risotto de Aspargos e Jamon Crocante

Para acompanhar escolhemos o vinho Montirius Les Violettes VdP 2009, um vinho biodinâmico da região mais ao sul do Vale do Rhône, e é produzido pelo Domaine Montirius. A vinícola possui 58ha de vinhas compreendidas nas AOCs  Vacqueyras, Gigondas e Côtes du Rhône tendo convertido toda sua plantação/produção para biodinâmica desde 1996. O Montirius Les Violettes VdP 2009 é feito com uvas Syrah totalmente plantadas/cultivadas de maneira biológica e biodinâmica de vinhas com aproximadamente 60 anos de idade. Passa por envelhecimento em cubas de cimento de 6 a 12 meses, em seguida, em garrafa sem qualquer passagem por madeira. Tem um coloração rubi violácea de média intensidade com bom brilho e boa limpidez. No nariz apresentou aromas de frutos vermelhos maduros, especiarias e toques florais. Na boca o vinho tinha corpo médio, boa acidez e taninos finos e suaves. O retrogosto confirma o olfato e o final era de média para longa duração. Um belo casamento com a comida, eu ouso dizer!

Agora o causo que fiquei de contar ali em cima: como dito anteriormente, o serviço é muito cortes e tem como linha de conduta deixar o cliente a vontade, explicando tudo que acontece. Pois bem, quando escolhi o vinho e o atendente foi abri-lo, a rolha estava seca e se partiu, obrigando o pessoal a fazer de tudo pra salvar a garrafa e o precioso liquido. Explicaram que iriam empurrar a rolha pra dentro, decantar e filtrar para evitar contaminação. Confesso que fiquei apreensivo. Mas depois que o vinho veio pude verificar que não houve comprometimento com do líquido. Mas a surpresa positiva foi que, para "compensar" os problemas e o pequeno "stress" causado por toda a situação, no momento da sobremesa nos foi oferecido duas taças de vinho de sobremesa como cortesia da casa. Achei a atitude muito nobre e com certeza souberam agir para cativar o cliente. Ponto positivo com certeza!

Enfim, a experiência teve um saldo super positivo. Comida excelente, ótimos vinhos a preço justo, várias opções de vinho em taça, ambiente e serviço agradabilíssimos. Voltarei sempre que der!

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário