segunda-feira, 20 de junho de 2011

Gourmetizando II: muito mais do que uma experiência enogastronômica


Neste sábado tive o prazer de participar do evento elaborado pelo sommelier Daniel Perches do blog Vinhos de Corte e pelo chef Lucio Carlos, tendo como local o espaço para eventos da loja de bebidas Andina, no centro de São Paulo. Alías, é preciso dizer que o Daniel tem o dom para a elaboração de eventos, uma vez que desde o primeiro Encontro de Vinhos que pude participar até este gourmetizando, nunca me decepcionei, pelo contrário, a supresa pela qualidade cada vez maior é uma constante a cada evento.
O chef Lucio e o sommelier Daniel checando os detalhes
Para este evento o tema, como não poderia deixar de ser dada a época do ano, era ingredientes comumente usados em guloseimas tradicionais de festas juninas tais como batata doce, abóbora, pinhão, etc utilizados em pratos um pouco mais elaborados ao melhor estilo gourmet e a sua harmonização com vinhos portugueses, trazidos pela Qualimpor que também patrocinava o evento. No entanto, aliado ao estilo gourmet dos pratos a maneira despojada e simples com que tanto o chef quanto o sommelier se dirigiam e interagiam com o público presente tornava a experiência mais agradável ainda. Some-se a isto a possibilidade de conhecer novas pessoas, conversar sobre os assuntos que interessam (neste caso vinhos e vejam só, futebol!) também criavam um ambiente pra lá de aconchegante.
 
Chegando ao local fomos recepcionados com uma taça do espumante .Nero Brut, nacional da Domno do Brasil, composto por uvas chardonnay, pinot noir e riesling e elaborado por método charmat. A primeira grande surpresa do dia. Digo surpresa pois os que me acompanham sabem que eu não sou muito fã nem tão pouco grande conhecedor de espumantes mas este já marcou seus pontos comigo. De linda cor amarelo palha com aromas de frutas brancas, maçã verde, algo de floral e lembranças de croissant, já me encantou. E era só o começo.

Passamos então por uma rápida palestra de Daniel Perches e Lara Magalhães, esposa do chef Lucio, que contaria um pouco de como seria nossa tarde, quais as idéias por trás dos pratos e quais vinho seriam servidos. O evento fora dividido da seguinte maneira: 7 vinhos (já contando com o espumante de boas vindas) e 9 pratos dispostos em 3 entradas, 3 pratos principais e 3 sobremesas. A partir dai seria por nossa conta as harmonizações e escolhas dos melhores do dia.

Mesa com os primeiros vinhos

Para as entradas foram escolhidos os seguinte pratos: um creme de batata doce com queijo branco e amendoin, mini cuzcuz de frango e uma saladinha de folhas verdes com milho, croutons de maçã e mandioca na manteiga. Juntamente com estes pratos foram servidos dois vinhos: Esporão Reserva Branco 2008 e Defesa Rosé 2008; o primeiro um alentejano com show de aromas com frutas brancas, pêssego, floral e algumas notas lácteas (fermenta em barricas de carvalho) com uma excelente acidez e belo corpo, que preenchia toda a boca; já o segundo um vinho muito fresco, muita fruta vermelha (cereja e morango em evidência), muito fácil de ser tomado e elaborado de um corte inusitado entre uvas Aragones e Syrah. Nesta primeira sequência confesso que o Esporão deu um show e foi muito bem tanto com o caldinho de batata doce e com o cuzcuz. Já o Defesa ficou interessante quando tomado com o milho, mandioca e os croutons de maçã, talvez por seu leve dulçor final ter interagido bem os açúcares provenientes destes alimentos.

Partimos então para os pratos principais, dentre os quais estavam: fogueira de frango ao quentão com salada de feijão picante, mini Abóbora com carne Seca e requeijão e carret de cordeiro com risoto de pinhão. Confesso que mais do que gostosos os pratos estavam ainda visualmente incríveis num trabalho excepcional do chef Lucio.. Nesta hora também foram servidos então os vinhos tintos: Crasto 2008, um tinto da região do Douro que apresentou aromas de frutas vermelhas maduras e algo de floral, porém não tão interessante em boca, com taninos um pouco espetados, álcool com uma ponta de sobra e final curto; Assobio 2009, a segunda grande surpresa do evento pois é um vinho novo, recém trazido pela Qualimpor e também representante do Douro, mais encorpado, apresentando também especiarias além de frutas vermelhas, o vinho era realmente muito interessante e mostra o compromisso com a qualidade da importadora e finalmente o vinhaço do dia, o Crasto Superior 2009, vinho proveniente das famosas vinhas velhas portuguesas, aromas de frutas escuras, tostado, chocolate e algo de floral, encorpado, realmente muito potente. Dentre os eleitos, as mini abóboras com carne seca e requeijão e o risoto de pinhão estavam divinos e seriam meus escolhidos sem sombra de dúvida além do que deixando de fora o Crasto Superior que roubou a cena, outro que se saiu bem fora o Assobio, não fazendo feio diante de nenhum dos pratos.
 
Mini abóbora com carne seca e requeijão
Era chegada a hora das sobremesas, e para tal, os escolhidos foram: tapioca de chocolate com geléia de malbec, cupcake de pé de moleque e sorvete de abóbora com coco. Para deleite de todos o vinho escolhido para levar a árdua missão de degustar estas tentações fora o Quinta do Crasto LBV 2005, outra grande surpresa pois apesar dos seus 20% de grau alcóolico era impossível de se notar tamanha sua integração com o dulçor e com a acidez do vinho, aliados ainda aos seus aromas de frutos secos como ameixa preta, uva passa, figos, untuosidade e corpo em boca e final pra lá de longo. Evidentemente era até covardia mas ele casou deliciosamente com o cupcake e com a tapioca! Finalizamos ainda com um cafézinho feito na hora pelo chef Lucio e sua trupe.

E era o fim de uma tarde onde o objetivo principal do evento, comer e beber bem, fora mais do que atingido e pudemos nos despedir dos participantes e ir para casa com a lembrança de momentos inesquecíveis.

E que venham os próximos eventos!

2 comentários:

  1. Oi, Victor!!

    Parabéns pelo post, parece até que revivi esta experiência (muito nova pra mim, que entendo lhufas de vinho... kkk). Está muito rico em detalhes, assim como foi a tarde de sábado!

    Até!

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani!!

    Obrigado pela visita! A idéia do post, e em geral do blog, é reviver experiências sejam estas relacionadas a vinhos, música, esportes, assuntos que me interessam.

    O importante é que você comece a pegar gosto pelos vinhos depois do sábado!!

    Até!

    ResponderExcluir