segunda-feira, 27 de junho de 2011

Novas criações de Luis Pato

Luis Pato é muito conhecido no mundo vinícola por seus vinhos feitos a partir da uva baga na região da Bairrada, em Portugal. Além disso, não é muito ligado a tradições, e gosta muito de "criar" vinhos extremamente diferentes e autênticos. Recentemente inclusive teve seus vinhos muito bem avaliados pela crítica/sommeliére inglesa Jancis Robinson. E eis que agora chegam ao mercado uma nova leva de suas criações. O texto a seguir foi retirado do catálogo de inverno da Mistral, que tem os direitos sobre o mesmo.

Não satisfeito com seus inventivos lançamentos recentes, o incansável Luis Pato acaba de criar mais dois tintos e três espumantes que vêm reconfirmar seu epíteto de "Revolucionário da Bairrada". Entre os tintos, o moderno Rebel é a interpretação do enólogo para o que deveria ser um vinho oposto ao padrão para a casta Baga: um tinto repleto de fruta, com um estilo mais leve, que pode acompanhar até peixes!! Ou mesmo bebido sozinho, como um delicioso aperitivo de inverno. Seu baixo teor alcoólico e grande frescor deixam o vinho muito palatável e apetitoso. O BTT, por sua vez, é um corte de partes iguais de Baga, Touriga Nacional e Tinto Cão, vinificadas separadamente. Esta inusitada combinação de castas deu origem a um tinto que é um verdadeiro coringa, combinando com uma grande variedade de prato - dos peixes mais gordurosos até carnes de caça. Os três novos espumantes de Luis Pato também são ótimas surpresas. O Espumante Informal é elaborado em pequenasquantidades com uvas Baga colhidas no final de agostodo famoso vinhedo Vinha Pan. Sem adição de licor de expedição, é uma vinho bastante seco, com um sofisticado toque tostado. A apresentação é realmente inusitada e moderna, com garrafas fechadas om a mesma tampa utilizada pelas casa de Champagne enquanto o vinho descança nas caves antes da degola - semelhante a uma tampa de cerveja, que aguenta toda a pressãodo espumante dentro da garrafa. O Duet Bruto por sua vez, nasceu de uma experiência de Pato, que combinou em partes iguais as castas Baga e Maria Gomes, dando origema apenas 3500 garrafas de um espumante que combina a acidez da Baga com a delicadeza aromática da Maria Gomes. Como uma sugestão diferente, Luis Pato sugere adicionar gotas de seu Abafado Molecular rosado para dar origem a um delicioso aperitivo. O Vinha Formal, elaborado com as castas Bical e Touriga Nacional do minusculo vinhedo Vinha Formal, é o melhor espumante já criado por Luis Pato e promete ser o melhor de Portugal. É um dos poucos espumantes - incluindo os champagnes - fermentados em barricas de carvalho, sendo bastante rico e complexo. São belas novidades para o já impressionante portfólio do produtor.

Eu particularmente admiro muito Luis Pato e seus vinhos, mesmo tendo apenas provado dois deles, pois é impressionante seu trabalho quase artesanal com uma uva de difícil cultivo e vinificação, além é claro da reputação que reuniu com o tempo e trabalho árduo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário