terça-feira, 20 de dezembro de 2011

MISSIONES DE RENGO GRAN RESERVA CUVÉE CABERNET SAUVIGNON 2008

Conforme comentei com vocês em um de meus post anteriores, fui convidado pelo jornalista/blogueiro/editor de filmes Beto Duarte a participar de uma degustação de vinhos chilenos muito interessante. E desta oportunidade ainda me restaram alguns vinhos na memória. É claro que talvez estes vinhos não sejam unanimidades mas dados minhas pesquisas referentes a preço, entendo que como no caso deste cabernet sauvignon, existam bons exemplares de custo benefício aceitável para o consumidor brasileiro.

Produzido pela Viña Misiones, no Vale do Rapel, apesar de apresentar em seu rótulo o título de varietal cabernet sauvignon, tem um porção de 10% de syrah e 5% de carmenére (o que é permitido pela legislação local, desde que 85% sejam da uva que dá o nome varietal ao vinho). O vinho passa por envelhecimento de 12 meses em barricas francesas e americanas e mais 12 meses em garrafa antes de sair para o mercado. Vamos as impressões.


Na taça apresentou uma bonita cor violácea muito intensa e escura, mas com certo brilho. Lágrimas finas, rápidas e bem coloridas pintavam a taça. Não apresenta qualquer halo de evolução.

No nariz apresentava aromas de geléia de frutas escuras, leve toque vegetal e notas lácteas, lembrando capucino. Ao fundo da taça também era possível notar leve tostado.

Na boca o vinho apresentou corpo médio, boa acidez, taninos finos porém presentes e em boa quantidade. Final de média duração lembrando frutas e chocolate. Sem amargor final.

Um vinho interessante, sem defeitos e que pode fugir um pouco daquele herbáceo/vegetal forte e verde que costumeiramente encontramos em vinhos chilenos. Este é da gama de mais qualidade da vinícola e tem boa relação custo x benefício. Eu aprovo e recomendo.

Até o próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário