quarta-feira, 21 de maio de 2014

Château Grimont Cuvée Prestige 2009: Avançando nos vinhos franceses!

Depois de uma postagem baseada em um vinho francês mais simples, ilustrando bem como a região de Bordeaux por si só, sem uma subdivisão, pode ser muito ampla e produzir uma gama muito grande de vinhos, hoje é dia de falarmos de uma região um pouco mais específica dentro desta área. Bordeaux é considerada por muitos no mundo do vinho como mítica e lar dos maiores vinhos tintos do mundo. O vinho de hoje é feito na região de Cadillac, na apelação Côtes de Bordeaux, pelo produtor Paul Yung.


A apelação Côtes de Bordeaux representa 10% da produção total dos vinhos de Bordeaux, abrange 11000 hectares e tem 1000 viticultores, divididos em 4 "terroirs": Blaye, Cadillac, Castillon e Francs. Localizado na margem direita de dois rios: o Garonne e Dordogne e com a plantação ao longo das encostas das margens do Rio Garonne, as vinhas de Côtes de Bordeaux desfrutam de condições ideais de sol para a produção de vinhos de qualidade. Os vinhos tintos (97% da produção) são frutados e expressivos com a uva Merlot como principal varietal utilizada.

O produtor responsável por este vinho é a Vignobles Yung, que sob a administração da família Yung há três gerações, engloba três Château (Grimont, Sissan e Montjouan) da região de Quinsac. Os vinhedos Yung estão localizados em diversas AOCs de Bordeaux: Cadillac - Côtes de Bordeaux, Bordeaux Clairet, Bordeaux Rosé, Bordeaux Blanc e Bordeaux Supérieur. Historicamente, o Château Grimont é a mais antiga e mais importante das três propriedades. Foi construído durante os séculos XVII/XVIII e já foi habitado pelo escritor Eugene Sue. Dizem inclusive que é este Château o preferido da família.

Já falando um pouco mais sobre o vinho, o Château Grimont Cuvée Prestige 2009, é feito a partir de um corte de 60% Merlot, 35% Cabernet Sauvignon e 5% Cabernet Franc sendo que estas uvas são selecionadas das melhores parcelas dos vinhedos disponíveis no Château, fazendo com que o vinho tenha uma produção limitadíssima. Passa ainda por 12 meses de amadurecimento em barricas de carvalho. Vamos as impressões?

Na taça o vinho mostrou uma coloração rubi, com algum brilho e alguma transparência. Lágrimas finas, rápidas e incolores complementavam o conjunto visual.

No nariz o vinho mostrou aromas de frutas vermelhas em compota, caramelo e um tostado principalmente no fundo de taça.

Na boca o vinho apresentou corpo médio, acidez na medida e taninos presentes e marcados. Retrogosto confirma o olfato e o final é de média para longa duração.

Showroom da importadora Smartbuywines

Um bom vinho com toda certeza, bem superior ao provado anteriormente e que a meu ver, pede uma situação mais especial. Deve combinar bem com um bom corte de carne na brasa, um churrasco. É bem guloso e ao mesmo tempo fresco. Este vinho foi provado no showroom da Smart Buy Wines em uma destas degustações que eles organizam aos sábados. Aliás, recomendo muito ambos, o vinho e a visita ao showroom da importadora.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário