quarta-feira, 7 de maio de 2014

Marques da Casa Concha Cabernet Sauvignon 2011: Vinho chileno no blog!

Falar sobre os vinhos da Concha Y Toro pode até ser fácil, mas não deixa de ser prazeroso. Eu vivo dizendo a quem me pergunta sobre com qual vinho deve se iniciar neste mundo de Bacco, tão cheio de nuances, que este vinho deva ser o Casillero Del Diablo, vinho da mesma casa, e que a partir daí pode ir subindo o nível dos vinhos que a Concha Y Toro terá vinhos que podem agradar a todos os paladares. E este é também o caso do Marques da Casa Concha Cabernet Sauvignon 2011, vinho que está situando numa zona intermediária quando falamos das linhas de vinhos produzidas por eles.


Ir além do que foi dito no primeiro parágrafo e tentar reproduzir a história desta gigante do mundo vitivinícola mundial nas linhas que se seguem me parece ser um erro, uma vez que sua história e linhas de produtos é devidamente conhecida e divulgada no mercado brasileiro de vinhos. Deixemos então de lados as "apresentações" sobre a Concha Y Toro e passemos a falar do vinho em si. O Marques da Casa Concha Cabernet Sauvignon 2011 é feito com 100% de uvas Cabernet Sauvignon provenientes do vinhedo chamado Puente Alto, no Vale do Maipo (Chile), numa região considerada a mais fria do vale, ideal para a maturação mais lenta da casta. Depois de todo processo fermentativo, o caldo vai para barricas francesas aonde permanece ainda por 18 meses. Vamos as impressões?

Na taça o vinho mostrou uma bonita e potente cor violácea, com bom brilho e quase sem transparência. Lágrimas finas, de velocidade moderada e coloridas ajudavam a tingir as paredes da taça.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos, eucalipto, tabaco e toques de baunilha. Ao fundo da taça um pouco de tostado também se fez notar.

Na boca o vinho era encorpado, possuía boa acidez e taninos macios e redondos. Retrogosto confirma o olfato. Final de longa duração.

O vinho por si só já mostrou excelente qualidade e somando-se a isso tem o fato de ter sido adquirido no Chile e por lá o seu preço compensa muito. Casou bem com um prato de medalhões de filé mignon ao molho de páprica com batata. Eu recomendo!

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário