segunda-feira, 5 de maio de 2014

Morada Vineyards Old Vine Zinfandel 2011: Vinho americano agora!

Ainda oscilando entre o frio e o calor, a capital de São Paulo nos proporciona várias oportunidades para consumirmos vinhos das mais variadas facetas, de espumantes a tintos encorpados, passando pelos deliciosos vinhos de sobremesa também. E foi em uma destas oportunidades em que a temperatura caiu bem e tivemos a idéia de comermos um belo fondue de carne ao vinho, que o Morada Vineyards Old Vine Zinfandel 2011 saiu da adega e foi pra mesa. Todos que me acompanham por aqui já sabem de minha predileção por vinhos feitos a partir desta casta, dada a sua usual volúpia, potência e sabores inconfundíveis, além de sua grande versatilidade e facilidade de se beber. Entretanto a maioria deve dar risada quando escrevo estas coisas, afinal de contas vinhos com a casta Zinfandel usualmente são relegados a um segundo plano. De qualquer maneira, é assim que vamos hoje.


Os vinhedos da Morada Vineyards estão localizados na famosa região de Lodi, região esta reconhecida por suas vinhas velhas de Zinfandel, sendo que para elaborar seus vinhos, a Morada Vineyards seleciona as uvas de videiras com idades médias superiores a 40 anos de idade. Apesar de ser considerado um varietal (permitido por legislação), este vinho é um corte de 82% de Zinfandel, 12% de Petite Sirah e 6% de Merlot. O vinho é fermentado em tanques de inox, sendo que 50% do mesmo é colocado para amadurecimento em carvalho francês e americano (não sei por quanto tempo, entretanto). Possui 13,5% de álcool. Vamos as impressões.

Na taça o vinho apresentou uma coloração violácea de grande intensidade, algum brilho e quase nenhuma transparência. Lágrimas finas, rápidas e ligeiramente coloridas tingiam as paredes da taça.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos com ameixas em evidência. Toques de chocolate.

Na boca o vinho apresentou corpo médio, acidez interessante e até mais evidente do que costumamos ver nestes vinhos e taninos finos e redondos. Entrada de boca com sensação leve de doçura. Retrogosto confirma o olfato. Final seco de média duração.

Mais um belo exemplar da casta Zinfandel com o plus de ser um pouco mais em conta que os outros que tenho provado. Este também é trazido pela SmartBuy Wines e me foi apresentado pelo clube de vinhos da importadora. Eu recomendo!

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário