terça-feira, 20 de maio de 2014

Château Haut-Méthée 2009: Um vinho francês para o dia a dia

Confesso que sou um "aprendiz de feiticeiro" quando bebo e me envolvo com vinhos franceses. Tudo é muito complexo, muitos produtores, muitas apelações de origem, sub divisões e assim por diante. Nada que com estudo e dedicação eu vá resolvendo, pouco a pouco. Mas eis que a oportunidade surgiu e eu resolvi tirar este vinho francês da adega, um exemplar de Bordeaux, o Château Haut-Méthée 2009.


Tentando não parecer redundante, mas já o sendo (e peço desculpas por isso), vamos começar pelo "começo", devagar e sempre. O vinho em questão, o Château Haut-Méthée 2009, pertence a uma apelação mais geral, chamada simplesmente de Bordeaux. Nesta apelação, as uvas podem vir de quaisquer vinhedos compreendidos dentro da área demarcada de Bordeaux. Na teoria, um menor controle de qualidade é aplicado a vinhos produzidos nesta maneira. De qualquer forma, existem regras menos rígidas aplicadas a esta apelação. 

Não encontrei muita informação sobre o produtor, o Château Haut-Méthée, e  por isso vou direto ao ponto: falemos sobre o Château Haut-Méthée 2009. O vinho é um corte das uvas Merlot (predominante no corte, com 75%), Cabernet Sauvignon e Malbec. Amadureceu ainda por 8 meses em barricas de carvalho francês de primeiro uso e envelheceu por 4 meses na cave antes de ir para o mercado. Vamos então as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma cor rubi violácea de média intensidade e com ligeiro halo aquoso nas bordas. Lágrimas finas, rápidas e quase sem cor complementavam o conjunto visual. 

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos escuros, toques de especiarias (canela, cravo) e lembrança de tostado. 

Na boca o vinho apresentou corpo médio, acidez na medida e taninos firmes porém de boa qualidade. Retrogosto confirma o olfato e o final é de curta para média duração.

Um vinho francês fiel a proposta, simples, para o dia a dia e que me pareceu bem gastronômico. Vale conhecer.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário